Blog

Ana Paula Ramos

Mulher viva plena: liberte os pesos

por Ana Paula Ramos

Olá, hoje a nossa conversa é com você, mulher:

Você se sente cansada, sozinha, sem forças e tem a sensação de que carrega mais responsabilidades do que deveria?  Já pensou em libertar alguns desses pesos para viver uma vida mais prazerosa, com leveza e, por que não, mais feliz? Provavelmente a sua reposta foi positiva. Cada mulher leva consigo uma carga. São muitos pesos para sustentar todos os dias e isso se torna cada vez mais difícil de aguentar e é por isso que te convido a esse bate-papo.

Olá, mulher! Espero que esteja bem, dentro de suas condições.

Sou Ana Paula, consultora da Johari, e vim aqui conversar com você sobre os pesos que todas nós, mulheres, carregamos e mostrar que é possível se libertar de alguns deles em prol de sua felicidade.

Vivemos em uma sociedade que nos cobra e nos impõe muitas coisas. Algumas de nós têm de ser exemplo na família, no trabalho, no meio acadêmico etc. São tantos lugares, tantas cobranças que precisamos ser muitas em uma só, isso reflete drasticamente no nosso bem estar e em como nós mesmas nos vemos.  É uma carga muito forte e parece que quanto mais fazemos para nos livrar delas mais elas se multiplicam sem parar. Isso acarreta uma rotina totalmente acelerada e intensa, parece que nunca teremos um momento de paz.

Sei muito bem o que é isso, pois já senti a mesma coisa. É muito difícil parar e descansar, ter um tempo para si e simplesmente desligar. Chega uma hora que a gente pira, sai do eixo. Não é verdade? Eu te entendo.  Levar a vida assim é muito ruim e prejudicial para nós, ficamos com a mente doente, cheia de medos, raiva, pensamentos negativos que não nos ajudam em absolutamente nada. Muito pelo contrário, só nos fazem adoecer cada vez mais.

Um exemplo disso são mulheres que se cobram muito. Nós não admitimos falhas e precisamos ter controle de tudo, isso é um sofrimento tão grande que machuca e causa muitas dores físicas, mentais e espirituais.  Tudo porque temos medo de fracassar. Mas eu vou lhe dizer uma coisa, minha amiga, fracassar faz parte da vida e todas nós fracassamos em algum momento.  Mesmo que você tenha fracassado várias vezes não significa que você é uma fracassada e sim que teve atitude para algo que não permitiu alcançar o resultado que queria. Uma atitude não define quem você é, então bola para frente.

Não conseguir lidar com essa frustração pode estar diretamente ligada a um peso muito comum nas mulheres, a INSEGURANÇA. Esse geralmente vem depois de um fracasso em qualquer área da vida: casamento, relacionamento, carreira, maternidade e por aí vai. Se esse é um de seus pesos, te aconselho a deixá-lo como o primeiro da lista da liberação, vamos nos livrar dele para ontem. Não deixe que a insegurança se apodere de você e mude a sua personalidade e se lembre de não deixar que um fato isolado determine quem você é.

O primeiro passo para essa liberdade é reorganizar e administrar seus pensamentos e identificar dentro de você os pesos que estão te prejudicando. Identificou? Pronto. É só soltá-los. Se libertar mesmo, entender que não te pertencem mais. Liberte-se para ficar mais leve com você mesma. É uma tarefa simples com impactos imensuráveis. E sabe o que é melhor? Eu estou junto com você, nós podemos ir juntas nessa.  Não deixe para lá. Mude agora, mulher. Mude por você. Tente mudar este cenário, porque você não nasceu para sofrer, nasceu para ser feliz. Saiba que sua força é suficiente para ser e fazer o que quiser.

Se tudo isso que eu disse faz sentido, eu te convido para vir comigo nessa jornada.  Agora resta saber, qual decisão você vai tomar a partir de agora?

Conte aí nos comentários: você está pronta para libertar os seus pesos? 

Até mais.